Mascaro TourMascaro Tour
Forgot password?

Dicas

DICAS PARA VOCÊ
Algumas dicas importante da Mascaro Tour para você viajar com segurança e tranqulidade.

DICAS ÚTEIS

Observar com atenção os horários de Check-in e Check-out. Observar as regras de cancelamento, a fim de evitar a cobrança de no-show. Para reservas internacionais, ter em mãos o número, nome do titular e validade do cartão de crédito para garantir a reserva.

Para solicitar a locação de veículo, informar:

  • Tipo de veículo;
  • Número de dias necessários e devolução;
  • Local de retirada do veículo: aeroporto ou locadora;
  • Data e horário da retirada e devolução;
  • Tipo de Seguro: total ou parcial;
  • Toda reserva de hotel ou carro no exterior, independente se for pré-pago no Brasil, o fornecedor se coloca no direito de solicitar um cartão de crédito do condutor do veículo como garantia.

ATENTE-SE AOS DOCUMENTOS

Antes de realizar sua reserva, verifique os seguintes itens da documentação:

  • Validade do passaporte;
  • Validade do visto, se necessário;
  • Atestado de vacina;
  • Permissão internacional para conduzir (Habilitação Internacional);
  • Carteira de identidade original em voos domésticos e para diversos países da América do Sul, desde que apresente bom estado de conservação e foto de identificação do portador.

PERDA OU EXTRAVIO DE BILHETES

 

  • Em caso de perda do seu bilhete, vá até a agência que o emitiu e solicite a segunda via. Se estiver em viagem, é necessário procurar a companhia aérea.
  • Você assinará um termo de responsabilidade, comprometendo-se a ressarcir a empresa aérea caso o bilhete, extraviado ou perdido, venha a ser utilizado.

 

INFORMAÇÕES SOBRE AS BAGAGENS

  • Para a Europa e os Estados Unidos, o passageiro tem direito a 2 volumes de até 32 quilos cada, em qualquer classe de serviço: primeira, executiva e econômica.
  • Nas viagens nacionais o passageiro tem direito a 20 quilos, porém a bagagem de mão não pode ultrapassar os 5 quilos.
  • Crianças com menos de 2 anos não têm direito a bagagem.
  • Excesso de bagagem (peso além da franquia) tem o seu transporte sujeito ao pagamento de uma taxa de 1% do valor do bilhete não promocional por quilo.
  • Animais são sempre pagos como excesso de bagagem, mesmo que não tenha excedido o limite permitido pela companhia aérea.

EXTRAVIOS (ATENÇÃO)

No despacho de bagagens, a empresa aérea entrega ao passageiro o comprovante da bagagem embarcada, indicando os pontos de partida e destino, além do número da etiqueta de bagagem, quantidade e peso.

Em caso de bagagem extraviada ou danificada, reclame imediatamente ao representante da companhia aérea ou autoridade presente no local de retirada da bagagem (companhias aéreas não aceitam reclamações posteriores).

Para facilitar a identificação e localização em caso de extravio, o passageiro deve colocar etiqueta, por fora da bagagem, com nome, endereço completo e telefone.

O passageiro que tiver a bagagem extraviada receberá da companhia aérea, na hora, o equivalente a R$ 305, de acordo com uma norma em elaboração na Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

MATERIAIS PROIBIDOS

Conforme Portaria 676 da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) os agentes venenosos, combustível líquido, explosivos, materiais corrosivos, inflamáveis, oxidantes, radioativos e materiais que possam colocar em risco a segurança dos passageiros e da aeronave são considerados perigosos para o transporte aéreo; portanto, são proibidos.

  • Dispositivos de alarme.
  • Explosivos, inclusive cartuchos vazios, munições, material pirotécnico, armas de caça, armas portáteis e fogos de artifício.
  • Gases (inflamáveis, não inflamáveis e venenosos), tais como butano, oxigênio, propano e cilindros de oxigênio.
  • Líquidos inflamáveis usados como combustível para isqueiros, aquecimento ou outras aplicações.
  • Sólidos inflamáveis, tais como fósforo e artigos de fácil ignição.
  • Substância de combustão espontânea.
  • Substância que, em contato com a água, emita gases inflamáveis.
  • Materiais oxidantes, tais como pó de cal, descorantes químicos e peróxidos.
  • Substâncias venenosas (tóxicas) e infecciosas, tais como arsênio, cianidas, inseticidas e desfolhantes.
  • Materiais radioativos.
  • Materiais corrosivos, tais como mercúrio, ácidos, alcalóides e baterias com
  • líquido corrosivo.
  • Materiais magnéticos.
  • Agentes biológicos, tais como bactérias e vírus.
  • Produtos perecíveis contendo gelo em barras ou cubos soltos no interior da embalagem.
  • Quaisquer tipos de tinta (inclusive serigráfica).

Todos os produtos perecíveis e alimentícios, comestíveis em geral, tais como peixes, crustáceos e demais frutos do mar, frescos ou congelados, devem ser acomodados em embalagem à prova de vazamentos, abertura acidental ou mau cheiro. O produto deve estar embalado internamente em saco plástico à prova de vazamento e a embalagem externa deve ser de isopor revestido com um saco plástico resistente. Somente será permitido o embarque de gelo em forma de gel ou em sacos plásticos isolados e herméticos. Para o caso de transporte de armas, deverão ser observadas as restrições e instruções especiais tratadas em legislação específica.

EVITE PROBLEMAS NOS AEROPORTOS

  • Em viagens nacionais, procure chegar com cerca de uma hora de antecedência;
  • Em viagens internacionais, chegue ao aeroporto com até duas horas de antecedência e não esqueça que a reafirmação da reserva é obrigatória até 72 horas antes do horário de partida do avião;
  • Em ambos os casos, se paga apenas a taxa de embarque e pode-se usufruir de apoio e segurança total nos aeroportos, que seguem padrões e normas internacionais para comodidade e segurança do passageiro, oferecendo atendimento médico de emergência em pontos de maior movimento e dispondo de serviços para registro de queixas e de seções de “Achados e Perdidos”;
  • Turistas brasileiros procedentes do exterior, por via aérea, estão isentos de impostos referentes a roupas e objetos pessoais, em quantidade compatível com a duração e a finalidade da viagem. Também podem fazer compras de até U$$ 500,00 no Free Shop.

VIAJANDO COM CRIANÇAS

Os cuidados em relação a crianças e adolescentes começam na retirada do passaporte, se a viagem for internacional. Todos com menos de 18 anos de idade precisam da autorização expressa dos pais ou dos representantes legais, com firma reconhecida em cartório, números das cédulas de identidade e as assinaturas para obter o documento. Caso não seja possível ter a autorização de um ou de ambos os pais ou do representante legal, essa medida poderá ser pedida ao Juiz da Infância e Adolescência, que enviará ofício à Polícia Federal. O pagamento da taxa do passaporte tem de ser feito com CPF do representante legal. Para receber o documento pronto, o menor terá de comparecer pessoalmente e acompanhado do responsável legal. Quem tem filhos entre zero até cinco anos, o prazo de validade do passaporte será determinado pela idade da criança. Se esta completou um ano de vida, terá prazo de doze meses; dois anos, 24 meses. Até chegar aos cinco anos, quando a validade se torna igual à do adulto.

Tanto a viagem nacional quanto a internacional precisa obedecer ao Estatuto da Criança e do Adolescente. O artigo 83 estabelece que nenhuma criança poderá viajar para fora de onde reside desacompanhada dos pais ou do responsável legal sem expressa autorização judicial. No caso de viagem ao exterior, a autorização é dispensável se a criança ou adolescente estiver acompanhado de ambos os pais ou do responsável legal ou se viajar na companhia de um dos pais, autorizado expressamente pelo outro através de documento com firma reconhecida.

O artigo 85 estabelece que sem prévia e expressa autorização judicial, nenhuma criança ou adolescente nascido em território nacional poderá sair do país em companhia de estrangeiro residente ou domiciliado no exterior. Para tirar qualquer dúvida, procure o Juizado de Menores mais próximo de você.

TRATAMENTO DE BAGAGENS

SAIBA MAIS